top of page

Um sonho que virou realidade. Instituto Pernambuco no Porto .

Atualizado: 19 de dez. de 2022

Podemos dizer que o Instituto Pernambuco Porto é a casa de todos os brasileiros em Portugal, e dos portugueses que buscam integração e vínculos, sobretudo com o Brasil, sejam estudantes, artistas, cientistas, investigadores, desportistas, acadêmicos, empresários, artesãos, historiadores, pessoas, individuais ou coletivas. O principal é que desejem aproximar os povos e suas culturas e estejam em sintonia com os valores e objetivos que alicerçam a Instituição.


Instituto Pernambuco no Porto ..

Foi inaugurado nesse dia 28 o Instituto Pernambuco – Porto, para ser o “ponto de partida” no estreitamento das relações entre Portugal e o Brasil, através da implementação de um programa regular de atividades acadêmicas, culturais, empresariais e científicas.

“Este é um lar de dois povos que falam a mesma língua”, salientou o vídeo de apresentação do edifício sede do Instituto Pernambuco – Porto, cuja inauguração contou com a participação do governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e do reitor da Universidade do Porto, António de Sousa Pereira.

Durante a sua intervenção, o governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara, salientou que o instituto, construído em terrenos da Universidade do Porto, vai permitir “evoluir” o “interesse” pelas duas culturas – portuguesa e brasileira – e estreitar as relações dos dois países.

“Não somos, nem seremos hermeticamente iguais, mas é essa assimetria que nos une”, observou Paulo Câmara, acrescentando que a inauguração do espaço representa “um simbólico encontro que reafirma as conquistas do passado” dos dois países.

“Este encontro é também um compromisso de trabalho e a concretização de um sonho”, salientou.

Perante uma plateia de reitores, antigos presidentes de câmara e outros colegas autarcas, Rui Moreira destacou ainda várias semelhanças entre os pernambucanos e portuenses, como “o espírito independente e muito orgulhoso”.

O Instituto Pernambuco – Porto vai, através de uma colaboração com a Universidade do Porto, implementar um programa “regular” de atividades acadêmicas, culturais, empresariais e científicas, assumindo-se como a “nova casa da cultura brasileira no Porto”.

Em declarações à Lusa, à margem da inauguração do instituto, o reitor da Universidade do Porto, António de Sousa Pereira, afirmou que o mesmo vai “promover as relações entre Portugal e o Brasil de forma particular e de Portugal com os Países de expressão portuguesa de forma mais genérica”.

“Constituindo-se como um palco privilegiado para a divulgação da cultura brasileira em Portugal e também para fomentar as relações do ponto de vista econômico”, salientou.

O reitor adiantou ainda que o instituto está dotado de quatro apartamentos “destinados preferencialmente a alojar investigadores, professores e brasileiros que venham a Portugal”.

“Nesse aspecto irá também ajudar e servir de resposta a essa necessidade”, acrescentou, lembrando que é “sempre uma boa aposta” estreitar relações entre o Brasil e Portugal.

O Instituto Pernambuco - Porto é uma associação sem fins lucrativos, de direito privado, constituída, em 1996, pelas seguintes entidades: Universidade do Porto, Estado de Pernambuco, Câmara Municipal do Porto, Prefeitura do Recife, Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e Empresários Zeferino Ferreira da Costa e Artur da Silva Valente. Conta com amplas e modernas instalações funcionais, e está em condições de oferecer à comunidade brasileira, e, por associação, à CPLP, um espaço privilegiado de integração, intercâmbio, cooperação e encontro.

O senhor Presidente Zeferino Ferreira Da Costa, tem o prazer de convidá-los a conhecer o Instituto Pernambuco Porto: a concretização de um sonho que representa o grande abraço de integração entre o Brasil, Portugal e todos os demais países da língua portuguesa.



No dia 28 de maio foi inaugurado o Instituto Pernambuco Porto, em Portugal, com uma belíssima Exposição

O edifício sede do Instituto Pernambuco – Porto, com 2.300 m2 de área construída, está implantado num terreno com 7.800 m2 na cidade do Porto junto ao Campus 3 da Universidade do Porto. O direito de superfície do terreno foi cedido pela Universidade do Porto, proporcionando ao Instituto condições excelentes e total autonomia.


A missão é incentivar o progresso e promover a valorização da cultura pernambucana e brasileira, de forma geral, e quando possível, também a da (CPLP), através da cooperação com Portugal, nas mais variadas áreas, como intercâmbios acadêmicos e científicos, promoção das artes e culturas, e desenvolvimento de relações empresariais.

Artesanato de Pernambuco chega a Portugal no Instituto Pernambuco Porto.


“O orgulho pernambucano é igual ao Porto. Tal como os portuenses, os pernambucanos têm uma grande e inabalável autoestima. Tal como conosco, ninguém os bate, pois tal como o Porto, Pernambuco teve e continuará a ter um papel fundamental na construção do Brasil”, sublinhou Rui Moreira.







Também o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, deixou a mensagem de “esperança de que a amizade, o intercâmbio e a solidariedade entre as pessoas não fique apenas nos textos frios dos tratados, mas que se traduzam em ações e benefícios concretos para todos”, o reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira, que acredita que o novo edifício do IP-P “vai assumir-se como um centro nevrálgico do intercâmbio luso-brasileiro no nosso país”, e ainda o vice-reitor da Universidade Federal de Pernambuco, Moacyr de Araújo Filho, e a reitora da Universidade de Pernambuco, Maria do Socorro Cavalcanti.



o nível económico

A internacionalização das empresas é, hoje, um aspeto central para o seu crescimento e desenvolvimento, com consequência acrescidas na criação de emprego, riqueza e coesão social. O Instituto Pernambuco Porto assume-se, no domínio económico e empresarial, como um espaço de conexão e promoção das micro, pequenas e médias e grandes empresas brasileiras que tenham como propósito desenvolver qualquer atividade comercial em Portugal e no continente Europeu. Em particular, será dado suporte a profissionais independentes e aos novos negócios da economia criativa, como design, turismo, novos media e tecnologia digital, que poderão contar com toda infraestrutura tecnológica para, a partir do Instituto, poderem desenvolver de projetos em Portugal e no Brasil. Por outro lado, o Instituto Pernambuco-Porto pretende fomentar a criação de redes de contacto e apoio mútuo entre empresários e outros agentes económicos dos dois países. Por exemplo, prevê-se o estabelecimento de parcerias com as Câmaras de Comércio e Federações Empresariais.

Em resumo, o Instituto pretende ser a casa de todos os brasileiros e portuguesas, estudantes, artistas, cientistas, investigadores, desportistas, académicos, empresários, artesãos, historiadores, pessoas individuais e coletivas, seja qual for a sua origem e condição, desde que contribuam para aproximar ambos os povos e ambas as culturas, e estejam em sintonia com os valores e objetivos que alicerçam o Instituto Pernambuco-\porto (Espaço Brasil).


66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TEATRO

bottom of page