Chico Cau

De Porto Alegre, residente em Canoas, no RG do Sul. Aposentado, formado em

desenho artístico e publicitário pelo IUB. Iniciado nas artes plásticas só aos 44 anos,

artista plástico identificado com o realismo, com participação em diversas exposições,

no Brasil e no exterior, Tblisi/Geórgia, Kondhara/India e em junho/2020 na cidade de

Nidge/Turquia e também com convites e obras selecionadas para coletivas em

Roma/Itália, Grécia, Sevilha/Espanha, Estocolmo Suécia, Yerevan/Armênia. De estilo

eclético, usando materiais e técnicas diversas, sua obra é descompromissada, livre de

conceitos e limitações temáticas e estéticas, sendo sua maior realização poder.

eternizar em suas pinturas, o cotidiano da vida em geral, seja o belo, o feio, a alegria

ou até mesmo a tragédia.

Poeta e escritor, premiado em diversos concursos literários no país, tendo

recentemente publicado o primeiro volume de um pocket-book de poesias de uma

coleção que será composta por cinco volumes com o titulo "+ Poesia - Hipocrisia",

também escrevendo um romance-aventura com o título provisório, "Uma aventura

por amor" e outro sobre a sua viagem para participação no simpósio de artes em

Tbilisi/Geórgia, com o titulo, "As aventuras de um artista gaúcho na Geórgia", ambos

com previsão de lançamento, entre o primeiro semestre de 2020 e o primeiro

semestre de 2021. Recém lançou o livro com o conto, "O menino do lixão", pela EdItora

UICLAP.


Exposições realizadas

- Casa de Cultura Ulbra/Canoas em 2001.

- Seminário Internacional na mesma faculdade;


- Mostra coletiva na Casa de Cultura de Canoas em 2002.

- Sarau da Casa do Poeta/Canoas.

- Amostra de poesias e pinturas da Alga-Academia Literária Gaúcha realizada no City

Hotel POA 2002.

- No Instituto Pestalozzi-Canoas com telas e poesias.

- Espaço Ray Kroc/McDonald’s no Canoas Shopping.

- Participação no Leilão ICI-Instituto do Câncer Infantil de POA, onde teve uma de suas

obras arrematadas.

- Participação numa coletiva com mais de 40 artistas com a obra "Arlequim colorido"

em acrílico 30 x 30 cm, doada para ser leiloada em prol do ICI de Canoas.

- No ECRK/McDonald's Drive Trhu na cidade de Novo Hamburgo/RS Brasil em 2017.

- Mostra conjunta com o artista Norberto Schieck nos meses de junho e julho/19

denominada "A arte em dose dupla", no Qoppa Restaurante no Centro Universitário

La Salle e no ECRK- Espaço Cultural Ray Krock no Mcdonalds no Canoas Shopping em Canoas .

-


Nos últimos dois anos, Chico pôde se debruçar em seu grande sonho de vida. Ainda em 2017, ocorreu a primeira viagem para apresentar seu trabalho no exterior, na Geórgia. De lá pra cá, foram inúmeros convites. Na lista cidades como Estocolmo, Madrid e Paris. Chico não conseguiu comparecer a todas estas oportunidades, mas guarda todos os convites com carinho. “É tudo um verdadeiro sonho. Não há como descrever. Recebo essas oportunidades de coração aberto pois amo demais a pintura. Não sei nem mensurar o tamanho desse sentimento que tenho pela arte”, diz.

Chico afirma que seu estilo é realista, mas não um realismo dramático. “Expresso minha arte em pinturas de figuras humanas e elementos da natureza. busco gravar recordações daquilo que me sensibiliza”, cita.Mais poesia e menos hipocrisia

O projeto, parceria entre o McDonald’s de Canoas e Novo Hamburgo e a Textura Casa, tem como objetivo incentivar artistas e apreciadores da arte a valorizarem o cenário cultural do país. A exposição fica aberta para visitação até o próximo dia 04 de outubro.




No dia 05 de setembro, das 18h às 21h, a Textura Casa recebe em seu espaço “O mundo precisa de mais poesia e menos hipocrisia”, exposição de Chico Cau.

O Artista plástico expressa sua arte em pinturas de figuras humanas e elementos da natureza. Com estilo realista, suas obras são marcadas pelo uso de óleo e acrílico sobre tela. Dessa forma, o artista busca gravar recordações daquilo que o sensibiliza.



48 visualizações0 comentário