top of page

Galeria Arte À Vista

Atualizado: 25 de jan.



Galeria de Arte Contemporânea no Shopping Brasília na cidade do Porto, Portugal .



Folha das Artes, Entrevista com Nuno Baptista

Prezado, Nuno Baptista . Estou muito feliz em entrevistar-te para a Folha das Artes Brasil & Portugal. É uma honra para o nosso portal cultural.


1) Como iniciou a sua carreira o mundo das artes? Qual foi a primeira oportunidade que viabilizou o primeiro passo?

Em 1998 por influência de uma familiar Galerista com 8 galerias efectuei os primeiros passos fazendo algumas vendas a particulares com obras consignadas. A partir daí de cliente em cliente comecei a ver mais além até montar o meu próprio espaço de arte.

2) Como está o mercado de artes na atualidade? Quais são os maiores desafios?

O mercado das artes na gama alta está como em todas as recessões : óptima! O maior desafio do momento é a gama média que suporta muito o dia a dia das galerias e do mundo da arte.

3) Como o mundo digital impacta e como ele ajuda a sua atuação atualmente?

O mundo digital trouxe o bom e o muito mau... O bom porque se pode chegar mais longe na venda, no dar a conhecer e no conhecimento. O mau porque as vendas online de plataformas não oficiais, leiloeiras que metem alguns artistas com os seus leilões na lixeira, prejudica claramente o mercado de todos.

4) Como a sua galeria se posiciona e se diferencia atualmente? Qual é o principal foco?

Neste momento tento não só como sempre ter os nomes mais sonantes da arte Portuguesa, como abri portas à pintura de artistas de várias partes do mundo como Brasil, Porto Rico, Angola e Rússia. Além disso a criar oportunidade a um nicho de novos artistas. O Instagram têm sido a forma de chegar mais longe e em crescimento semana a semana.

5) Como a sua galeria lida com a arte que está surgindo e com os artistas emergentes?

Todos os artistas emergentes têm tido a sua neste espaço de arte ao lado de nomes de classe reconhecida a nível mundial. Tento aconselhar, ajudar e promover.

6) Sabemos da importância da sua galeria e da sua cuidadosa atuação para garantir qualidade. Como se dá o processo de curadoria da sua galeria?

Os 25 anos ligados ao mundo da arte levam a ter alguma sensibilidade na escolha de artistas assim como em saber deixar os curadores acertivos se aproximarem.


7) Na sua opinião, qual é o futuro do mercado de arte em meio a tantas possibilidades de inovação que temos atualmente, como as grandes feiras de arte, os marketplaces online, metaversos, NFT e outras novidades efêmeras ou consistentes que devem aparecer?

Na minha opinião, a maior responsabilidade do bom ou mau que pode acontecer num futuro próximo é inteiramente dos artistas, curadores e galerista... As obras sendo do artista para curadores e galerias todos vão sair beneficiados, incluindo o mercado para não haver confusões com leilões, preços irreais. A valorização ou desvalorização de um artista vêm da falar de paciência ou ganância de alguns. Obras têm de estar nos espaços de arte e não em qualquer plataforma sem credibilidade.

8) Que conselho você daria ao artista emergente que está buscando espaço no mercado?

Respeite o seu trabalho, respeite o seu nome, tenha paciência e consistência e nunca desista.

Agradeço imensamente pelo seu tempo, pela sua atenção, gentileza e pela generosidade de compartilhar um pouco da sua história e conhecimento convosco.


Nuno Baptista

Grato,

Cristiano Chaussard Rosangela Herbert .


Artistas Cristiano Chassard , Ozeias Moreira ,William Pereira, Nilson Kobayashi. Gildásio Jardim,

https://www.instagram.com/galeria.pt/


William Pereira

william Pereira



WilliamPereira





Obra Cristiano Chuassard



Obra Cristiano Chuassard







45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

TEATRO

bottom of page